Última hora

Última hora

Veneza acolhe a partir de hoje a 64a "mostra" de cinema

Em leitura:

Veneza acolhe a partir de hoje a 64a "mostra" de cinema

Tamanho do texto Aa Aa

Aos 75 anos o leão de ouro vai voltar a mostrar a garra do mais antigo festival de cinema do mundo. A sexagésima quarta edição oficial da “mostra” de Veneza abre esta noite as suas portas, decidida a fazer a ponte entre o melhor do cinema das últimas décadas e a rugir mais alto que a concorrência dos festivais de Toronto e Roma.

Em cartaz vão estar cineastas incontornáveis como Eric Rohmer, Woody Allen, Brian De Palma, Peter Greenaway, Ang Lee ou Manoel de Oliveira. O crítico Lee Marshal sublinha no entanto, “a ausência da cinematografia de vários países, numa competição ofical dominada pelo cinema norte-americano que apresenta 15 filmes, assim como 7 filmes britânicos”.

Sobre a tela, os temas estão muito distantes dos guiões frívolos de Hollywood, abordando da corrupção empresarial à violência policial, da máfia à guerra no Iraque – o tema abordado em “The valley of Elah” de Paul Haggis.
Na película Tommy Lee Jones e Susan Saradon encarnam os personagens de uma história real, a do assassínio de um militar regressado da guerra no Iraque.

A abrir a competição oficial esta noite vai estar o filme britânico, “Atonement” de Joe Wright”, uma adaptação do livro de Ian McEwan sobre os conflitos dentro de uma família rica britânica nas vésperas de eclodir a segunda guerra mundial.

A participação portuguesa está fora da competição oficial. João Canijo apresenta o filme “Mal Nascida” e Manoel de Oliveira “Cristóvão Colombo-o enigma”, uma película onde o realizador e a mulher participam como interpretes.