Última hora

Última hora

Copenhaga recupera dos confrontos

Em leitura:

Copenhaga recupera dos confrontos

Tamanho do texto Aa Aa

Domingo de trabalho em Copenhaga depois dos distúrbios da noite precedente. A agitação voltou a invadir a capital dinamarquesa e como consequência três jovens foram apresentados a tribunal apesar da polícia ter efectuado 63 detenções durante os desacatos que decorreram no bairro de Noerrebo.

A maioria dos residentes ficou indignada com o sucedido:

- “Fiquei zangado, penso que é destrutivo. Esta parte da cidade está em estado de sítio há tanto tempo que me sinto refém da luta de outros pelo poder.”

- “O que considero mais chocante é que os arruaceiros são crianças. Nem sequer são jovens, apenas adolescentes de 15-16 anos. Gostava de saber onde andam os pais…”

Os confrontos da noite de sábado entre a polícia e algumas centenas de jovens foi a conclusão de uma manifestação que se tinha desenrolado sem incidentes até ao momento em que a maioria dos participantes começou a dispersar.

A concentração assinalou a demolição de uma casa ocupada que símbolizava a cultura alternativa no país. Ao fim de 25 anos o município de Copenhaga vendeu o imóvel e despejou os ocupantes. O mês de Março acabou por se tornar num período de confrontos. Este fim-de-semana a situação repetiu-se.