Última hora

Em leitura:

Futuro incerto em Nahr Al-Bared


mundo

Futuro incerto em Nahr Al-Bared

Os residentes temem pelo futuro do campo de Nahr Al-Bared. Depois do conflito entre o exército libanês e as milícias do Fatah Al-Islam, a 20 de Maio, a oposição e os palestinianos ameaçam tomar o poder. Corre o rumor de que o governo vai aproveitar a reconstrução do campo para controlar definitivamente os campos palestinianos, autênticas bombas-relógio.

E a verdade, é que o primeiro-ministro libanês, Fouad Siniora, mantém o silêncio , falando apenas na reconstrução e administração deste campo.

O Líbano tem 12 campos de refugiados palestianos. Alguns são pequenos, como Mar Elias com 1411 residentes, e outros são gigantescos, como Nahr Al-Bared com 31 023 refugiados. No total, contam-se 400 mil refugiados palestinianos no Líbano, dos quais, 224 mil residem nos campos.

Mas as condições em que vivem são muito difíceis pois não são cidadãos de pleno direito, não têm acesso a profissões como arquitectura, medicina, engenharia, advocacia. Vivem em aglomerados de betão que se equilibram, quais torres de Pisa, sem esgotos ou água potável.

Mesmo assim, depois de três meses de combates, os residentes querem voltar a ter a mesma vida de antes, a essa espécie de autogestão que vigora desde 1982. Mas a facilidade com que um grupo como o Fatah al-Islam se pôde instalar no campo de Nahr Al-Bared – contra a vontade das principais organizações membros ou não da OLP – coloca verdadeiramente o problema de segurança, no interior dos campos e nos limites geográficos.

No fim de 2005, o governo de Fouad Siniora foi o primeiro a anunciarque ia regulamentar o uso de armas no interior e no exterior dos campos. As autoridades libaneses queriam, ao mesmo tempo, proibir a presença armada palestiniana no exterior dos campos, enquanto organizavam a segurança no interior.

Mas as sucessivas crises e divergências entre palestinianos e libaneses foram atrasando as medidas, acabando por passar esta questão para segundo plano. O futuro dos 40 mil habitantes de Nahr Al- Bared , nos arredores de Tripoli, está em jogo.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Palma leva Iraque a Veneza