Última hora

Última hora

Autoridades britânicas aprovam utilização de embriões híbridos

Em leitura:

Autoridades britânicas aprovam utilização de embriões híbridos

Tamanho do texto Aa Aa

A autoridade britânica para a fertilidade humana e embriologia, a HFEA, anunciou esta quarta-feira que vai, em princípio, autorizar a criação de embriões híbridos. Uma fusão que envolve a introdução de ADN humano em óvulos de animais e poderá ser utilizada para fins de investigação, concretamente na criação de células estaminais humanas.

O professor Lyle Armstrong Armstrong do King’s College de Londres defende que: “num só dia podemos facilmente retirar 200 óvulos de vaca de um matadouro local, o mesmo se aplica a coelhos ou mesmo porcos, que podem ser utilizados. O que nos oferece a possibilidade de conceber tecnologia celular estaminal embrionária acessível a todos”, conclui.

A utilização de material genético animal para clonagem de embriões pode ajudar a combater doenças como a Alzheimer ou Parkinson mas está a levantar dúvidas na Grã-Bretanha. Os activistas de movimentos do direito à vida e os grupos religiosos temem que a banalização desta tecnologia seja um passo para a concepção de bebés geneticamente modificados.