Última hora

Última hora

Uma base cientifica europeia vai partir para a Antártida

Em leitura:

Uma base cientifica europeia vai partir para a Antártida

Tamanho do texto Aa Aa

Foi inaugurada em Bruxelas, mas parte brevemente para a Antártida. É a nova base polar belga que, antes de se intalar definitivamente no continente branco, estará patente ao público até ao próximo domingo.

Esta conquista europeia dos pólos quer-se de impacto zero sobre o ambiente. A “Princess Elisabeth” será, no futuro, uma estação científica toda construída com materiais “bio” e completamente concebida com tecnologia europeia: “É um projecto que mostra que fizémos esta tecnologia aqui na Europa para responder aos desafios climáticos e para reduzir as emissões de dióxido de carbono”, afirma o supervisor geral do porjecto.

Este bijou da tecnologia é uma estrutura aerodinâmica de 22 metros de comprimento por dez metros de altura, com capacidade para albergar 20 pessoas, concebida para resistir às condições extremas do clima da Antártida, com amplitudes térmicas que oscilam entre os 40 graus negativos e mais de 30 positivos e ventos superiores a 200 quilómetros por hora.