Última hora

Última hora

Homem-forte da Hyundai com pena suspensa

Em leitura:

Homem-forte da Hyundai com pena suspensa

Tamanho do texto Aa Aa

O patrão da Hyundai, Chung Mong Koo, vai poder assumir as rédeas do grupo, uma vez que viu a pena de três anos de prisão, a que tinha sido condenado, ser transformada em pena suspensa. Chung Mong Koo, um dos homens mais ricos da Coreia do Sul, tinha sido condenado depois de um escândalo com a criação de um fundo para financiamentos políticos ocultos.

Mas essas actividades menos claras parecem não ter abalado a imagem que o empresário tem no país. O próprio juíz presidente do tribunal que analisou o recurso de Chung disse que o homem-forte da Hyundai era um símbolo da indústria coreana.

A pena de prisão foi substituída por uma doação a instituições de solidariedade, acompanhada pela promessa de dar palestras sobre a transparência na gestão e de publicar ensaios sobre o tema, nos media coreanos.