Última hora

Última hora

ETA reafirma luta armada por falta de soluções políticas do governo

Em leitura:

ETA reafirma luta armada por falta de soluções políticas do governo

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia espanhola reprimiu com dureza, em San Sebastean, no País Basco, uma manifestação ilegal convocada pelo também ilegalizado Askatasuna, comité de apoio aos prisioneiros bascos. A multidão exigia aministia para os etarras presos e o direito à autodeterminação do povo basco.

Seis pessoas foram detidas, incluindo o porta-voz do Askatasuna, Juan María Olano. Há o registo de 2 feridos.

O incidente ocorre no mesmo dia em que a ETA renovou a promessa de atacar em todas as frentes, acusando o governo espanhol de não oferecer soluções políticas.

Em resposta a este comunicado, o secretário do PSOE, José Blanco, declarou que “a organização separatista quebrou o cessar-fogo porque o governo disse não às pretensões políticas e reafirma que o executivo continurá a dizer não até perderem a esperança”.

Também no comunicado deste domingo, a ETA reivindicou os atentados de 25 de julho e de 24 e 26 de agosto no país.