Última hora

Última hora

Autoridades paquistanesas recambiam opositor de Musharraf regressado do exílio

Em leitura:

Autoridades paquistanesas recambiam opositor de Musharraf regressado do exílio

Tamanho do texto Aa Aa

Nawaz Sharif regressou hoje ao Paquistão para desafiar nas urnas o presidente Musharraf, mas a revolução anunciada durou apenas algumas horas. O antigo primeiro-ministro foi expulso pelas autoridades para a Arábia Saudita, onde está exilado desde 99, desde que foi deposto do poder pelo general Musharraf.

Durante cerca de duas horas o político esteve retido no aeroporto de Islamabad, sob prisão preventiva, acusado de corrupção e traição. No mês passado o Supremo Tribunal paquistanês tinha, no entanto, dado luz verde ao político para interromper o exílio e candidatar-se às presidenciais.

A decisão de extraditar Shariff provocou varios confrontos entre apoiantes e polícia. Desde a madrugada que um alerta terrorista tinha sido decretado no aeroporto de Islamabad para afastar milhares de manifestantes. A polícia anunciou ter detido mais de 4 mil pessoas nas últimas horas.

A extradição de Sharif ameaça aumentar o descontentamento dos sectores da oposição contra o presidente Musharraf que pretende voltar a apresentar-se às eleições. A Comissão Europeia emitiu hoje um comunicado onde apela às autoridades paquistanesas que permita que Shariff se possa defender das acusações que pesam contra ele de corrupção e alta-traição.