Última hora

Em leitura:

Retirada americana do Iraque pode começar no próximo Verão


mundo

Retirada americana do Iraque pode começar no próximo Verão

Trinta mil soldados americanos podem deixar o Iraque até ao Verão de 2008. É pelo menos essa a convicção da mais alta chefia militar americana naquele país, o general David Petraeus. Petraeus falava perante as comissões das Forças Armadas e dos Negócios Estrangeiros da câmara dos representantes, onde alertou para os riscos de uma retirada precipitada: “Acredito que o problema do Iraque requer um esforço a longo prazo. Não há respostas fáceis nem soluções rápidas. E ainda que acreditemos que o esforço será bem sucedido isso vai levar tempo. Temos de reconhecer que a retirada prematura das nossas forças poderia ter consequências devastadoras”, afirmou.

A resposta democrata veio pela voz do presidente da comissão das Forças Armadas. Ike Skelton retorquiu: “Uma das grandes ironias do que estamos a ouvir hoje, é que o general Petraeus, que aqui esteve antes de nós, é certamente o homem certo para o Iraque, mas com três anos de atraso e 250 mil soldados a menos”.

A audição prossegue esta terça-feira no Senado e precede o relatório sobre o Iraque que se espera que George W. Bush divulgue esta semana.

Mas para além dos democratas, o discurso de Patreaus foi contestado por activistas pela paz presentes na sala. Membros da organização Code Pink foram mesmo expulsos pela polícia.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Autoridades paquistanesas recambiam opositor de Musharraf regressado do exílio