Última hora

Em leitura:

Demissão do chefe do governo nipónico


mundo

Demissão do chefe do governo nipónico

O Japão acordou hoje com a notícia da demissão do seu primeiro-ministro, menos de um ano depois de ter chegado ao poder. Shinzo Abe, de 52 anos, e alguns membros do executivo viram-se envolvidos numa série de escândalos de corrupção que afectaram drasticamente a popularidade do chefe de governo.

Segundo uma última sondagem publicada pela imprensa nipónica Abe, o mais jovem primeiro- mininisto nipónico depois do final da segunda grande guerra recolhe o apoio de apenas 30 por cento dos japoneses.
A mesma sondagem revela que a imagem do primeiro-ministro melhorou quando foi remodelado o governo, mas as polémicas e os escândalos continuaram a repetir-se a e a popularidade voltou a cair.

No domingo, Abe ameaçou que se demitia caso não fosse aprovado o alargamento de uma missão naval de apoio aos Estados Unidos no Afeganistão, algo que a maioria do parlamento se prepara para rejeitar.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Democratas lembram o "fiasco" da situação no Iraque