Última hora

Última hora

Putin substitui primeiro-ministro, a pensar nas legislativas

Em leitura:

Putin substitui primeiro-ministro, a pensar nas legislativas

Tamanho do texto Aa Aa

A três meses das legislativas russas, Vladimir Putin baralha o tabuleiro de xadrez politico, ao nomear um quase desconhecido para o cargo de primeiro-ministro. Depois de ter aceite a demissão de Mikhail Fradkov durante a manhã, o presidente surpreendeu o país ao nomear Victor Zubkov para o cargo de primeiro-ministro. O economista de 65 anos é um fiel aliado do presidente na luta contra os oligarcas russos.

Antigo assessor de Putin na câmara de São Petersburgo, Zubkov ocupava até hoje o cargo de Supervisor das Finanças Federais – responsável pela luta contra o branqueamento de dinheiro e do financiamento de actividades terroristas. O nome do político vai agora ser submetido à aprovação da Duma. Putin parece assim repetir a estratégia que o levou a suceder a Boris Ieltsin.

Ao catapultar um político quase desconhecido para o cargo que na Rússia é visto uma antecâmara da presidência, Putin evita outras personalidades do seu círculo que poderiam fazer sombra à sua popularidade. A nomeação afasta para já da corrida à presidência o braço-direito de Putin, Sergei Ivanov, contestado pelo círculo dos serviços secretos, pelas suas tendências vistas como demasiado liberais.

Esta manhã, o primeiro-ministro Mikhail Fradkov justificava a sua demissão como uma forma de lhe dar total liberdade de movimentos para preparar a campanha. A seis meses das presidenciais, Vladimir Putin, impossibilitado pela Constituição de se apresentar a um terceiro mandato, prepara o terreno para o seu sucessor. Hoje lembrou que pretende intervir na política russa até ao último segundo do seu derradeiro mandato.