Última hora

Última hora

UE anula retirada do embargo à carne britânica

Em leitura:

UE anula retirada do embargo à carne britânica

Tamanho do texto Aa Aa

Confirmou-se esta quarta-feira um novo caso de febre aftosa detectado no Sul de Inglaterra. A doença voltou a surgir em Egham, no sudeste do país e a apenas 20 quilómetros do local onde se deu o último surto de febre aftosa no início de Agosto.

Uma notícia que surge quando os 27 países da UE já tinham decidido o levantamento do embargo sobre todoas as exportações de carne britânica. A Comissão Europeia interrompeu uma medida que se preparava para re-autorizar a venda de animais vivos e derivados oriundos do Reino Unido a a partir do Novembro

As autoridades sanitárias britânicas tinham anunciado este fim de semana que a doença fora erradicada de forma definitiva e planeavam levantar as últimas restrições ao movimento de gado no país.

O veterinário Nick Blayney fala em desastre: “são de facto notícias muito perturbantes. Os criadores estavam a começar a refazer-se das do último surto. As consequências deste (surto) podem afectar a agricultura e a indústria alimentar severamente, uma vez mais”, afirmou o responsável.

O foco de febre aftosa detectado em Agosto obrigou ao abate de 600 animais, medida que se traduziu em prejuízos avultados para os agrucultores e criadores de gado. O resurgimento da doença em 2001 levantou receios de uma epizootia. Na altura foram abatidos cerca de 10 milhões de cabeças de gado e a economia registou perdas avaliadas em mais de 11 mil milhões de euros.