Última hora

Última hora

O pânico voltou a Sumatra

Em leitura:

O pânico voltou a Sumatra

Tamanho do texto Aa Aa

O sudeste asiático viveu, nas últimas 24 horas, três alertas de tsunami. Os alertas sucederam-se aos terramotos de grande intensidade e réplicas sentidos na região. A ilha de Sumatra, na Indonésia foi a mais atingida tendo registado dois sismos no seu território, um de 8,4 e outros 7,5 graus na escala de Richter. O primeiro balanço é de mais de uma dezena de mortos e várias centenas de feridos.

Os alertas de tsunami estenderam-se pela Indonésia, Índia, Sri Lanka, Japão, Austrália e mesmo Moçambique. Segundo a agência meteorológica do Japão os riscos são elevados em toda a região. O primeiro sismo ocorreu na cidade de Padang onde provocou enormes estragos e foi sentido também em Singapura, Tailândia e Malásia. A réplica que se lhe seguiu aumentou o pânico entre a população.

O segundo foi sentido na região de Bekulu a 220 quilómetros do primeiro. As populações da região do Índico têm ainda bem viva na memória a devastação provocada pelo tsunami de 26 de Dezembro que matou mais de 230 mil pessoas.