Última hora

Última hora

Ministros da Eurozona pouco preocupados com euro forte

Em leitura:

Ministros da Eurozona pouco preocupados com euro forte

Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto os mercados navegam em águas agitadas, os ministros das Finanças da Eurozona deram um passeio pelas águas calmas do rio Douro, nesta reunião informal que antecede o encontro dos ministros dos Vinte e Sete, este sábado, na cidade do Porto.

O grupo relativizou os recentes recordes históricos da moeda europeia face ao dólar. O luxemburguês Jean-Claude Juncker, presidente do Eurogrupo, disse que estava mais preocupado quando o euro estava fraco do que agora. Alertou também para a turbulência nos mercados: “Pensamos que 2007 e 2008 vão ser anos com um crescimento em linha com o potencial que existe. Não ignoramos, e sublinhamos mesmo, que os riscos cresceram, nomeadamente por culpa dos recentes desenvolvimentos nos mercados financeiros”.

O euro tem vindo a atingir novos recordes face ao dólar e ronda a cotação de um 1,39 dólares. Estes recordes estão a criar problemas aos exportadores da Eurozona, mas há muitos europeus que festejam o euro forte. Nomeadamente, aqueles que viajam até ao outro lado do Atlântico. Com o dólar barato, tudo parece estar em saldo nas terras do tio Sam – desde o quarto de hotel que custa, em média, 100 euros por noite, a um par de jeans de marca, comprados ao equivalente a 28 euros.

No ano passado, o ritmo de crescimento da Eurozona duplicou e os analistas prevêem a continuação desse bom ritmo, apesar do problema da moeda forte.