Última hora

Última hora

Gregos votam em eleições que podem custar maioria ao partido governante

Em leitura:

Gregos votam em eleições que podem custar maioria ao partido governante

Tamanho do texto Aa Aa

Com a votação em curso, o primeiro-ministro grego continua confiante na vitória numas legislativas que podem custar a maioria absoluta ao partido conservador no poder.

Apoiado num balanço económico bastante positivo, Costas Caramanlis convocou eleições antecipadas quando gozava de uma vantagem confortável sobre os socialistas. Mas o líder da Nova Democracia pode ver hoje a sua formação afectada pelo descontentamento público face à actuação do governo durante os devastadores incêndios de Agosto, que fizeram perto de 70 mortos.

O líder do Movimento Socialista Pan-Helénico, Giorgios Papandreu, usou a questão como cavalo de batalha durante a campanha. As últimas sondagens autorizadas, publicadas no início do mês, deixavam entender que nenhum dos principais partidos obterá uma maioria absoluta. Caramanlis já disse que não pretende uma coligação, preferindo novas eleições.

A desilusão dos eleitores face aos grandes partidos poderá beneficiar as pequenas formações, como a extrema-direita, que pode hoje obter a sua estreia no Parlamento. O grande número de indecisos pode ser o factor que definirá os resultados. As primeiras projecções à boca das urnas são conhecidas ao fim da tarde.