Última hora

Última hora

Northern Rock levanta a cabeça

Em leitura:

Northern Rock levanta a cabeça

Tamanho do texto Aa Aa

As acções da Northern Rock estiveram a recuperar, esta terça-feira, dos fortes tombos das duas sessões anteriores. Os comentários do ministro britânico das Finanças, Alistair Darling, a garantir a segurança dos depósitos, deram alguma confiança aos investidores. A crise vivida pelo banco imobiliário levou a um levantamento em massa por parte dos clientes.

Darling voltou a deitar água na fervura: “Nós e o Banco de Inglaterra vamos pôr em marcha mecanismos para assegurar todos os depósitos existentes no Northern Rock durante este período de instabilidade nos mercados financeiros. Isto significa que as pessoas podem continuar a levantar dinheiro, como disse. Mas quem quiser manter os depósitos tem toda a garantia de que o dinheiro está seguro”.

O Northern Rock tem, ao todo, 34 mil milhões de euros em depósitos. 800 mil pessoas são clientes dos créditos imobiliários do banco.

A empresa prevê, para este ano, uma facturação de 1,5 mil milhões de euros. Depois das fortes quedas nas acções, a capitalização bolsista ronda agora os 2,5 mil milhões.

Apesar da relativa recuperação e das tentativas de apaziguamento por parte de Downing Street, os clientes do Northern Rock continuam a fazer fila à porta das agências para levantar os depósitos. “Eles dizem que estão confiantes, mas eu tenho medo. São as poupanças que o meu falecido pai amealhou durante toda uma vida. Não me quero separar delas, por isso estou a fazer isto”, diz uma cliente.

A recuperação do Northern Rock contagiou outros bancos. O Alliance and Leicester, também especializado no crédito imobiliário, recuperou grande parte dos 30% que perdeu na sessão de segunda-feira.

Os analistas acreditam que a crise vivida pelo Northern Rock faz dele um alvo potencial para uma tentativa de compra.