Última hora

Última hora

Ancara reabre o debate sobre o uso do véu

Em leitura:

Ancara reabre o debate sobre o uso do véu

Tamanho do texto Aa Aa

O debate sobre o uso do véu nas universidades turcas volta à ordem do dia em Ancara. O presidente e o primeiro-ministro declaram-se favoráveis à abolição da interdição do uso do véu no campus universitário, uma questão ultra-sensível para a Turquia, um estado laico.

A proposta insere-se nos projectos do governo em substituir a actual Constituição por um texto mais liberal que permitirá o regresso do véu às universidades. Abdullah Gul e o Receep Tayyp Erdogan argumentam que a interdição actual “viola as liberdades individuais.”

No poder desde 2002, o Partido da Justiça e do Desenvolvimento AKP, de inspiração islàmica venceu as legislativas antecipadas de 22 de Julho, convocadas para para pôr fim à grave crise política suscitada pela candidatura de Gul à presidência.

O governo integra personalidades sem ligações ao islamismo político, que aderiram ao AKP antes das legislativas no àmbito de uma estratégia do partido para mostrar que rompeu todos os laços com as suas raízes islàmicas e é actualmente um partido de centro-direita.

Mas os projectos do executivo não deixam de suscitar um vivo debate no país e alguma inquietação no seio da comunidade internacional, sobretudo na Europa.