Última hora

Última hora

Israel ameaça restrições à Faixa de Gaza

Em leitura:

Israel ameaça restrições à Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

O governo israelita declarou oficialmente a Faixa de Gaza como território inimigo sob controlo a “organização terrorista” Hamas. A declaração implica “limitações de poder” e a redução da cooperação de Israel com este território palestiniano dominada pelo Hamas.

Um porta-voz do grupo radical denuncia que esta ameaça “serve para aumentar a pressão sobre o Hamas, para destruir as infraestruturas e impedir o establecimento da segurança e da liberdade. Eles querem destruir o quotidiano dos palestinianos”, declarou. Israel ameaça reduzir “ao mínimo” o abastecimento de electricidade, gaz e mercadorias à Faixa de Gaza, um território, de 360 quilómetros quadrados e habitado por 1,5 milhões de pessoas.

A proposta para esta medida foi apresentada pelo ministro da Defesa, Ehud Barak, na sequência de ataques palestinianos lançados da Faixa de Gaza contra populações civis do sul de Israel.

“Vamos pedir a Israel para nâo responder, vamos pedir aos Estados Unidos para pressionarem Israel a não reagir e pediremos à Comunidade Internacional para fazer alguma coisa” declarou o ministro palestiniano da Informação. A crise inter-palestiniana agravou-se em Junho com a tomada do poder em Gaza pelo Hamas, vencedor das eleições de Janeiro de 2006 mas impedido de governar devido a um bloqueio internacional.