Última hora

Última hora

Protesto de monges deixa líder democrata birmanesa em lágrimas

Em leitura:

Protesto de monges deixa líder democrata birmanesa em lágrimas

Tamanho do texto Aa Aa

A líder da oposição democrática birmanesa saudou em lágrimas o protesto em massa dos monges budistas contra a junta militar que governa o país desde 1965. Os monges entoaram cânticos em honra a Aung San Suu Kyi que está em prisão domiciliária desde 2003, na sua casa de Rangum, uma cidade que à semelhança de outras, voltou a ser palco de um protesto pacífico.

Nos últimos dias, milhares de monges budistas birmaneses têm-se manifestado contra a ditadura militar que em 1988 matou mais de 3000 pessoas, durante uma manifestação a favor da democracia. Até agora os monges evitavam a adesão popular por receio de poder gerar violência mas nos últimos dias um grupo denominado Aliança Global dos Monges da Birmânia tem feito apelos no sentido de atrair a população.

Analistas referem que as manifestações foram despoletadas pelo descontentamento popular devido ao aumento do preço do combustível.