Última hora

Última hora

OMV faz nova oferta para a compra da MOL

Em leitura:

OMV faz nova oferta para a compra da MOL

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo petrolífero austríaco OMV subiu a parada na luta pela compra da húngara MOL.

A OMV, empresa semi-estatal, oferece agora 14 mil milhões de euros. A proposta foi feita directamente aos accionistas, que foram chamados a pressionar a administração para que aceite o negócio. A cúpula do grupo húngaro voltou a afastar a oferta dos austríacos e diz que esta proposta não representa o verdadeiro valor da empresa.

A MOL lançou uma campanha de compra de acções próprias, para evitar a OPA da OMV.

As duas companhias estão entre as três maiores produtoras de petróleo e gás da Europa Central. A OMV é a maior, com um volume de negócios, no ano passado, de 19 mil milhões de euros, seguida pela polaca PKN, com 14 mil milhões, e pela MOL, que facturou 11,5 mil milhões de euros.

A OMV é detida, em 31% pelo governo de Viena. O ministro austríaco das Finanças, Wilhelm Molterer, disse que apoiava a iniciativa da petrolífera de aumentar a parada neste negócio.

A MOL, principal empresa do sector na Hungria, está a passar por algumas mudanças, com a eléctrica checa CEZ a anunciar a entrada, para breve, no capital.

Os executivos desta empresa dizem que a OPA da OMV não muda em nada os planos.