Última hora

Última hora

Mosteiros e monges reprimidos por autoridades

Em leitura:

Mosteiros e monges reprimidos por autoridades

Tamanho do texto Aa Aa

O movimento de constestação sem precedentes na antiga Birmânia começou a 15 de Agosto. Desta vez, a gota de água para estalar a revolta foi o aumento repentino e exorbitante dos preços do combustível e do gás. Estas manifestações, as maiores dos últimos vinte nos, levaram para as ruas perto de 300 mil pessoas em três dias, entre elas milhares de monges que encorajam a população a reclamar reformas democráticas.

O país é governado há várias décadas por juntas militares sucessivas. Os protestos de 1988 acabaram num banho de sangue.

Dado o papel activo dos religiosos budistas, as autoridades encerraram nos últimos dias vários mosteiros, reprimiram e detiveram monges. Alguns templos ficaram praticamente vazios, (as forças de segurança deixaram apenas os doentes para trás, dizem testemunhas.)

Só ontem morreram cinco pessoas, segundo a oposição, as autoridades falam numa vítima mortal, três civis e dois polícias feridos.