Última hora

Última hora

Festival de cinema de San Sebastian reconcilia velhos cúmplices

Em leitura:

Festival de cinema de San Sebastian reconcilia velhos cúmplices

Tamanho do texto Aa Aa

A realidade parece este ano ter superado a ficção na tela do festival de cinema de San Sebastian, no país basco. A entrega das famosas conchas de ouro esteve marcada pela reconciliação em palco de dois velhos cumplices, o escritor americano Paul Auster e o realizador Wang Wong, há anos de relações cortadas.

O pretexto foi a concha de ouro para o melhor filme entregue pelo escritor ao realizador de hong-kong, pela película, “Mil anos de orações”. Uma forma talvez de homenagear o regresso do realizador de “Smoke” ao cinema independente, depois de superproduções como “Encontro em Manhattan”.

Na tela, Wong conta a história simples do reencontro entre um pai viúvo e uma filha recém divorciada no cenário de uma pequena cidade dos Estados Unidos.

O protagonista do filme, o actor chinês Henry O foi premiado com a concha de prata para o melhor actor. O prémio mais aplaudido da noite foi o atribuído à jovem realizadora iraniana Hana Makhmalbaf, de 19 anos, pelo filme “Buddha collapsed out of Shame”.

A película rodada em Baiman no Afeganistão mostra através do olhar de um grupo de crianças, as marcas deixadas pela guerra, numa cidade onde os Talibã dinamitaram estátuas centenárias de Buda.