Última hora

Última hora

Belga acusado da morte de criança e ama em Antuérpia pode ser condenado a prisão perpétua

Em leitura:

Belga acusado da morte de criança e ama em Antuérpia pode ser condenado a prisão perpétua

Tamanho do texto Aa Aa

Começou hoje o julgamento do jovem belga acusado de ter matado uma criança e a sua ama africana o ano passado em Antuérpia. Hans Van Themsche de 19 anos arrisca-se a ser condenado a prisão perpétua.

Prevê-se que o processo dure entre duas a três semanas. O crime remonta a Maio de 2006.

Uma menina flamenga de dois anos e a ama de 26 anos oriunda do Mali estavam a passear no parque quando foram atingidas pelas balas.

O arguido, partidário da extrema-direita, é igualmente acusado de ter tentado assassinar no mesmo dia uma mulher turca de 47 anos. A vítima envergava um véu e estava sentada num banco de jardim a ler quando foi gravemente agredida.

Este caso traz à luz do dia o problema do racismo em Antuérpia. Nesta cidade portuária onde vivem importantes comunidades imigrantes, um terço do eleitorado vota no partido flamengo de extrema-direita Vlaams Belang.