Última hora

Última hora

Desemprego na Eurozona mantém mínimo histórico

Em leitura:

Desemprego na Eurozona mantém mínimo histórico

Tamanho do texto Aa Aa

A taxa de desemprego na Zona Euro, em Agosto, manteve-se ao nível mais baixo de sempre, nos 6,9%, segundo os números publicados agora pelo Eurostat.

No entanto, continua a haver diferenças importantes entre os Treze. A França é o país que tem a taxa mais elevada. O governo publicou um aumento no número de pessoas à procura de emprego, sem avançar com um valor para a taxa.

Segundo o Eurostat, a taxa de desemprego francesa é de 8,6% enquanto a Holanda é o país com menos desempregados, com uma taxa de 3,3% por cento.

A taxa de desemprego em França passa agora a ser publicada de três em três meses, numa altura em que os dois organismos de emprego estão em processo de fusão.

Portugal é o segundo país com taxa mais elevada, com uma subida de um décimo percentual em relação a Julho, para os 8,3%.

No total dos 27 Estados-membros da União, o valor é de 6,7%.

Segundo os analistas, a tendência no grupo de treze países pode ser para o crescimento do desemprego, com os estudos a apontarem para uma quebra na contratação na indústria.

Os jovens com menos de 25 anos são o grupo etário que mais sofre, com uma taxa de desemprego a rondar os 15%, quer na Zona Euro, quer no conjunto dos Vinte e Sete. Também aqui a França tem os piores indicadores, com mais de um em cada cinco jovens sem emprego.