Última hora

Última hora

A justiça chilena ordenou a detenção da mulher e dos cinco filhos de Augusto Pinochet

Em leitura:

A justiça chilena ordenou a detenção da mulher e dos cinco filhos de Augusto Pinochet

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça chilena ordenou a detenção da mulher e dos cinco filhos de Augusto Pinochet e mais 17 amigos e antigos colaboradores por suspeita de corrupção e desvio de fundos na altura em que o ditador governou o país. Estão em causa cerca de 20 milhões euros que terão sido desviados. Segundo a AFP, três filhos estão já sob detenção. Já a mulher do ditador, Lucia Hiriat, sofreu um AVC quando soube da notícia da detenção, foi internada num hospital militar mas depois ficará em prisão domiciliária.

O processo foi desencadeado há três anos despois de uma investigação do Senado norte-americano que terminou com a descoberta de uma centena de contas em nome do ditador, de familiares, amigos e colaboradores. Augusto Pinochet assumiu o poder em 1973 na sequência de um golpe de Estado que derrubou Salvador Allende. Ficou no poder até 1990, passou a senador vitalício com total imunidade.

Calcula-se que 3 mil pessoas tenham morrido vítimas do regime, que 28 mil tenham sido torturadas e que centenas de milhares tenham preferido o asilo político.