Última hora

Última hora

Projecto de declaração condena violência em Myanmar

Em leitura:

Projecto de declaração condena violência em Myanmar

Tamanho do texto Aa Aa

Três dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU apresentaram um projecto de declaração que condena a repressão exercida sobre os manifestantes em Myanmar. Os Estados Unidos, o Reino Unido e a França pedem, agora, um consenso dos 15 membros do Conselho para que o texto possa ser adoptado.

O projecto de declaração, que deve ser discutido na próxima segunda, congratula a missão do enviado especial da ONU, a Myanmar, e pede a libertação imediata de todos os detidos. Face à actual situação do país estavam previstas para hoje demonstrações em vários pontos da Ásia. Mas o número de manifestantes ficou aquém das expectativas.

Uma mulher crítica a posição da China e considera que este país deve ser punido por apoiar o regime militar. Neste sentido, apela a um boicote aos Jogos Olímpicos de Pequim. Em Myanmar a situação mantém-se preocupante. Esta sexta feira, as ligações à internet no país voltaram a ser cortadas, após o recolher obrigatório.

Na tentativa de evitar a difusão de informações para o exterior a Junta Militar decretou, ainda, o encerramento dos cybercafés.