Última hora

Última hora

Violência impede desfile do principal partido suíço em Berna

Em leitura:

Violência impede desfile do principal partido suíço em Berna

Tamanho do texto Aa Aa

Na Suíça, a duas semanas das eleições federais, a violência roubou o protagonismo aos discursos. A polícia anti-motim e activistas de esquerda envolveram-se em confrontos este sábado em Berna, a capital. Às garrafas atiradas pelos jovens, os agentes responderam com gás lacrimogéneo e balas de borracha. Os danos materiais são avultados.

Os manifestantes tinham-se reunido no centro da cidade para impedir o desfile do partido de Christoph Blocher, a UDC, um movimento de extrema-direita mas que é o mais votado na Suíça.

Blocher, que encabeçava um cortejo de cinco mil apoiantes, foi impedido de desfilar. Acusou os manifestantes de serem agressivos e de não aceitarem as opiniões dos outros. Um outro dirigente partidário fala mesmo de ataque à liberdade de expressão.

Algumas das medidas defendidas pela UDC, como a expulsão de estrangeiros que cometeram crimes, são consideradas xenófobas pelos outros partidos. A Juventude socialista distancia-se da violência e garante ter organizado a contra-manifestação para pedir uma Suíça mais tolerante. O protesto, que reuniu cerca de duas mil pessoas, não tinha sido autorizado apenas tolerado.