Última hora

Última hora

Casa Branca rejeita resolução da câmara dos representantes sobre "genocídio arménio"

Em leitura:

Casa Branca rejeita resolução da câmara dos representantes sobre "genocídio arménio"

Tamanho do texto Aa Aa

A comissão dos Negócios Estrangeiros da Câmara dos Representantes em Washington aceita a palavra “genocídio” para classificar o massacre de arménios durante a primeira guerra mundial.

A resolução foi aprovada ontem, com o apoio dos democratas. Em meados de Novembro deverá ser votada em sessão plenária – uma iniciativa repudiada pelo presidente George W. Bush.

O secretário de estado da defesa Robert Gates explica as razões da Casa Branca.

“Estou muito preocupado com a resolução sobre o genocídio arménio. É um tema muito sensível para um dos nossos aliados mais próximos e que é extremamente importante para os Estados Unidos, no quadro das nossas operações no Iraque”, disse Robert Gates.

Grande parte do reabastecimento das forças norte-americanas no Iraque passa pela Turquia.

Uma razão mais do que suficiente para não levantar a polémica em torno de um alegado genocídio arménio, numa altura em que Ancara anunciou a intenção de penetrar no Curdistão iraquiano para combater os rebeldes curdos.

A Turquia alega que mais de três mil rebeldes do PKK, utilizam esse território para atacar o país.