Última hora

Última hora

Polícia francesa investiga eventual ligação da ETA a roubo em fábrica de químicos

Em leitura:

Polícia francesa investiga eventual ligação da ETA a roubo em fábrica de químicos

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades francesas estão a investigar a possível ligação da ETA ao roubo de 2000 litros de um químico que pode ser usado no fabrico de explosivos.

O assalto à mão armada foi perpetrado ontem à tarde por duas mulheres e dois homens numa fábrica de Lorette, perto de Lyon, no sudeste de França. Os quatro indivíduos escaparam em duas carrinhas da empresa, com quatrocentos bidões de nitro-metano diluído.

Uma fonte da polícia disse que “o modo de actuação corresponde” ao utilizado pela organização separatista basca.

O roubo deu-se num contexto de radicalização da ETA. Na terça-feira, o guarda-costas de um autarca socialista basco ficou gravemente ferido num atentado em Bilbao. As autoridades espanholas dizem que o ataque “tinha a marca” da ETA e poderia ser uma resposta à detenção, no domingo, da cúpula dirigente do Batasuna, o braço político ilegalizado da organização separatista basca.

Madrid está em alerta máximo face ao receio de que amanhã, dia nacional de Espanha, se produzam novos atentados.