Última hora

Última hora

Escudo antimíssil na Europa complica as relações Moscovo Washington

Em leitura:

Escudo antimíssil na Europa complica as relações Moscovo Washington

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente da Rússia adverte os Estados Unidos a não forçarem a assinatura de um acordo sobre a criação de um sistema anti-míssil na Europa, enquanto decorrerem conversações entre os dois países. O secretário da Defesa norte-americano, Robert Gates, chegou ontem à noite a Moscovo para consultas sobre o espinhoso dossier do escudo antimíssil na Europa, às quais se juntou esta manhã também a secretária de Estado, Condoleezza Rice.

O Kremlin pretende convencer os Estados Unidos a desistir do projceto uma posição reforçada Sergei Lavrov o hómologo de Rice. Condoleezza Rice declarou que os Estados Unidos estão empenhados nas discussões com os seus aliados e que o diálogo vai continuar. Os Estados Unidos planeiam instalar um sistema de defesa anti-míssil na República Checa e Polónia, alegando ameaças de mísseis do Irão, mas Moscovo, como alternativa, propõe a utilização conjunta da Central de Radares de Gabalá, no Azerbaijão, actualmente alugada à Rússia.

Putin ameaça tirar o país do tratado sobre as forças nucleares intermédias assinado em 1987 com Washington.