Última hora

Última hora

Nobel da Paz para o Ambiente: Al Gore e IPCC

Em leitura:

Nobel da Paz para o Ambiente: Al Gore e IPCC

Tamanho do texto Aa Aa

Al Gore e o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU foram distinguidos hoje com o Prémio Nobel da Paz. O antigo vice-presidente norte-americano, actualmente dedicado ao combate ao aquecimento global, e o Painel Intergovernamental (IPCC) vão repartir um prémio de cerca de mais de um milhão de euros. O Comité Nobel, na Noruega, decidiu que o Prémio Nobel da Paz devia ser partlhado em duas partes iguais entre o painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas (IPPC) e Albert Arnold Al Gore Jr pelos esforços empreendidos na divulgação das alterações climáticas provocadas pelo homem e erguendo os alicerces para serem tomadas medidas.

O IPCC, presidido pelo indiano Rajendra Pachauiri (que era um dos favoritos ao Nobel) junta cerca de 2.500 investigadores de mais de 130 países e atribuiu este ano às actividades humanas a culpa pelo aquecimento do planeta, que tem estado, por sua vez, na origem de cheias e ondas de calor. O Painel foi criado em 1988 para ajudar os governos de todo o mundo.

Al Gore, por se lado, desde que deixou a Casa Branca que se dedica à causa ambiental. No ano passado chegou mesmo a ganhar um Óscar pelo documentário “Uma Verdade Inconveniente6” em que alertava para o perigo das alterações climáticas e para a necessidade de tomar medidas urgentes.

O Prémio Nobel da Paz vai ser entregue numa cerimónia marcada para dia 10 de Dezembro em Oslo, capital da Noruega.