Última hora

Última hora

Polícia evita confrontos entre manifestantes

Em leitura:

Polícia evita confrontos entre manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia, um país divido pelas guerras político-partidárias e pela sua própria história. Nas ruas de Kiev só a polícia conseguiu evitar a batalha entre nacionalistas e forças de esquerda pró-russas. Os insurgentes do exército ucraniano quiseram este ano festejar oficialmente os 65 anos da sua criação, efectuada durante a segunda guerra mundial para lutar contra a ocupação soviética e contra a tropas nazís.

A esquerda, por seu turno, convocou uma manifestação para protestar contra o fascismo com o pretexto de que muitas parte das forças nacionalistas colaboram com os nazis para libertar a Ucrânia do jugo de Estaline. Outras associações como o Congresso Nacionalista ucraniano, a associação Liberdade, e a organização de extrema direita UNA- UNSO puseram também na rua dez mil manifestantes. Todas estas acções foram autorizadas pelo presidente Youchenko a favor da reconciliaçãop do país dividido entre pro-ocidentais e pro-russos depois de sete décadas de comunismo e 16 turbulentos anos de independência.