Última hora

Última hora

Dissidente soviético aproveita viagem a Moscovo para atacar Putin e KGB

Em leitura:

Dissidente soviético aproveita viagem a Moscovo para atacar Putin e KGB

Tamanho do texto Aa Aa

Foi por entre slogans anti-Putin que Vladimir Bukovsky terminou hoje a viagem de cinco dias à Rússia. É a primeira visita do dissidente soviético desde a chegada ao poder do presidente Vladimir Putin, em 2000, e a terceira em 30 anos de exílio.

Face a cerca de 200 apoiantes, em Moscovo, Bukovsky acusou o Kremlin e o KGB de reavivarem as práticas soviéticas, como os tratamentos psiquiátricos, para afastar opositores.

Bukovsky adquiriu a nacionalidade britânica, onde vive no exílio, mas manifestou a intenção de participar nas presidenciais russas da Primavera, embora saiba que será impedido de concorrer por não respeitar alguns dos critérios exigidos.