Última hora

Última hora

Conservador pode ganhar presidenciais eslovenas

Em leitura:

Conservador pode ganhar presidenciais eslovenas

Tamanho do texto Aa Aa

Um milhão e setecentos mil eleitores eslovenos são chamados a votar nas presidenciais deste domingo que são encaradas como um teste à popularidade do executivo de centro-direita. O presidente Janez Drnovsek, liberal, não se recandidata a um segundo mandato de cinco anos. Entre os sete candidatos, há três que assumem maior importância.

O favorito nas sondagens é o ex-primeiro-ministro conservador Lojze Peterle, com 38% das intenções de voto. É apoiado pela coligação de centro-direita no executivo. Apresenta-se como “o homem político do povo”, foi chefe de governo de 1990 a 92 do primeiro executivo democraticamente eleito e foi um dos homens que levou o país à independência em 1991.

Depois, outros dois candidatos dividem o eleitorado de esquerda. Um é Danilo Turk, próximo de Koffi Annan, antigo secretário geral da ONU, apoiado pelos sociais democratas. Tem 24% de intenções de voto.

Outro é Mitja Gaspari, com 22%. Foi Governador do Banco Central. A Eslovénia é o país que se segue na presidência rotativa da União Europeia.