Última hora

Última hora

Governo turco convoca reunião de emergência

Em leitura:

Governo turco convoca reunião de emergência

Tamanho do texto Aa Aa

Pode estar iminente uma incursão militar turca na fronteira do norte do Iraque. O último ataque atribuído a militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão provocou a morte a 16 soldados turcos e a 32 rebeldes do PKK. Na resposta, o primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan convocou uma reunião de emergência. A ideia é definir o tipo de medidas a adoptar contra os separatistas.

O encontro vai ser dirigido pelo presidente Abdullah Gull, que já apresentou as condolências aos familiares dos soldados mortos no atentado deste domingo. Na emboscada, dezassete militares ficaram, ainda, feridos e dez encontram-se desaparecidos. Homens, que algumas agências noticiosas admitem terem sido raptados pelos separatistas.

Masoud Barzani, líder do Governo Regional do Curdistão Iraquiano já apelou ao diálogo, mas garante estar preparado para defender o território em caso de incursão. O ataque deu-se no sudeste da Turquia na província de Hakkari, que faz fronteira com o Iraque.

Neste domingo e perto da provincia onde se deu a emboscada, um civil morreu e pelo menos 13 ficaram feridos feridos na sequência da explosão de uma mina à passagem do autocarro onde seguiam. Desde 1984, a luta armada independentista na Turquia já provocou mais de 37.000 mortes.