Última hora

Em leitura:

Clima de tensao e protestos contra o PKK agravam-se na Turquia


mundo

Clima de tensao e protestos contra o PKK agravam-se na Turquia

Istambul foi palco de uma das muitas manifestações realizadas esta segunda-feira um pouco por toda a Turquia contra a guerrilha do PKK. Milhares de pessoas pressionaram o Governo a tomar medidas contra os ataques como o que este domingo vitimou quase duas dezenas de militares turcos na região fronteiriça com o Iraque. Confrontados com o agravar da contestação pública e da atmosfera de tensão, os responsáveis de ambos os lados tentam acalmar os ânimos. O presidente iraquiano Djalal Talabani garantiu que os rebeldes curdos cessarão todas as operações esta noite.

Por seu lado, a Turquia promete agir apenas depois de esgotadas todas as vias diplomáticas, mas os residentes das cidades fronteiriças querem acção. Enquanto se agrava o clima de tensão, o Governo turco enviou para a fronteira Norte do país cerca de 100 mil soldados.

Os militares são apoiados por caças F-16 e helicópteros da força aérea mas também por veículos blindados. Os Estados Unidos e o Iraque têm multiplicado apelos a Ancara para que não desestabilize o curdistão, uma das poucas regiões do Iraque que permanece relativamente calma.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Tusk conquista os polacos