Última hora

Última hora

PE vota proposta sobre pesticidas

Em leitura:

PE vota proposta sobre pesticidas

Tamanho do texto Aa Aa

Mais transparência e maior segurança no uso de pesticidas é o objectivo da reforma da directiva de 1991, que o Parlamento Europeu vota, esta terça-feira, em primeira leitura. O texto prevê criar uma lista de substâncias autorizadas em herbicidas, insecticidas ou fungicidas. Depois, caberá a cada Estado membro decidir se os produtos podem, ou não, ser utilizados no seu território. No entanto, serão pura e simplesmente proibidas todas as substâncias que representem um risco para a saúde humana… e para o próprio meio ambiente.

Por exemplo, em França – que é o maior comprador de pesticidas da União Europeia – as abelhas têm apresentado elevados níveis de mortalidade nos últimos anos. Mas a legislação não é consensual. Os agricultores receiam que ela seja demasiado restritiva. A começar pelo facto de ela proibir a pulverização de pesticidas por meios aéreos – método muito usado na vitivinicultura, por exemplo.

O projecto legislativo propõe ainda a interdição de de usar pesticidas em em parques e jardins públicos, em áreas de lazer e em zonas residenciais, assim como num perímetro de 10 metros em redor dos cursos de água.