Última hora

Última hora

PE aprova proibição de pesticidas perigosos

Em leitura:

PE aprova proibição de pesticidas perigosos

Tamanho do texto Aa Aa

Proibir os pesticidas mais perigosos. Vai neste sentido, o voto, esta terça-feira, no Parlamento Europeu (PE). As substâncias cancerígenas, tóxicas para a reprodução, neurotóxicas e imunotóxicas serão totalmente proibidas na produção de pesticidas, sejam eles insecticidas, herbicidas ou fungicidas.

O texto proíbe igualmente as pulverizações aéreas, muito utilizadas na viticultura. No entanto, certos pesticidas podem ser excluídos desta proibição, se receberem uma autorização expressamente para a pulverização – ou se não houver outra alternativa.

Os eurodeputados aprovaram, em primeira leitura, a proposta de criação de uma lista europeia de substâncias autorizadas nos pesticidas. A autorização terá de ser renovada de 10 em 10 anos. No entanto, cada Estado membro poderá ser mais restritivo, e proibi-las no seu território.

Aproveitando a ocasião, eurodeputados verdes organizaram uma manifestação no Parlamento. Trouxeram frutos e legumes biológicos, para alertarem para os riscos dos pesticidas. Alegam que cerca de cinco por cento dos frutos e legumes consumidos na Europa têm vestígios de pesticidas superiores aos limites legais.