Última hora

Última hora

Protesto agressivo por questões linguísticas na Bélgica

Em leitura:

Protesto agressivo por questões linguísticas na Bélgica

Tamanho do texto Aa Aa

“A Bélgica já não existe” – esta foi uma das frases proferidas por militantes flamengos de extrema-direita que tentaram intimidar autarcas francófonos de uma comuna dos arredores de Bruxelas, a Wezembeek-Oppem, esta segunda-feira à noite.

Nesta região da flandres onde predomina o neerlandês, a maioria dos habitantes é francófona e a reunião do conselho municipal para discutir exigências francófonas causou a ira, não só dos eleitos do partido nacionalista Flaams Belang no interior da reunião, como dos militantes, no exterior.

Mesmo assim, a maioria francófona do conselho municipal aprovou a confirmação de um burgomestre com programa eleitoral em francês e a possibilidade dos eleitos se exprimirem também nesse idioma.