Última hora

Última hora

Curdos abandonam aldeias fronteiriças no Norte do Iraque

Em leitura:

Curdos abandonam aldeias fronteiriças no Norte do Iraque

Curdos abandonam aldeias fronteiriças no Norte do Iraque
Tamanho do texto Aa Aa

As aldeias fronteiriças do Curdistão iraquiano há dias que são alvo das bombas lançadas pelo exército e pela força aérea da Turquia.

Uma situação que obrigou os residentes a fugir deixando os aglomerados desertos, como testemunhu um habitante da aldeia de Parakhyea: “Por causa do bombardeamento turco, a minha família inteira deixou a aldeia, e os bombardeamentos continuam, ainda há dois minutos bombardearam perto da aldeia. Ninguém pode ficar aqui, eu só voltei porque tenho umas terras e vim buscar frutas e vegetais para o mercado”, concluiu.

Os poucos curdos que se recusaram a abandonar as povoções garantem nunca ter visto qualquer combatente separatista nas imediações das suas casas. Para alguns dos residentes da região esta vaga de hostilidade traz à memória a perseguição vivida nos tempos do regime de Saddam Hussein.