Última hora

Em leitura:

Intrasigência de Ahmadinejad abala retoma das negociações sobre o nuclear iraniano


mundo

Intrasigência de Ahmadinejad abala retoma das negociações sobre o nuclear iraniano

O optimismo expresso ontem em Roma, durante o encontro entre negociadores iranianos e responsáveis europeus era apenas de conveniência. Apesar dos esforços de Bruxelas para relançar as discussões diplomáticas para suspender o programa nuclear de Teerão, o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad advertira, horas antes da reunião, que não recuará um milímetro nos seus objectivos.

Uma declaração que dá o tom à missão do novo negociador iraniano, Said Jalili, o sucessor de Ali Larijani, que se demitiu da função, alegadamente em protesto contra a intrasingência do presidente.

Ao final do encontro com os dois negociadores, o responsável diplomático da União, Javier Solana, fez o balanço de um “diálogo construtivo” que deverá prosseguir com uma nova reunião em finais de Novembro.

Para Londres, no entanto, a hora é de impor novas sanções ao Irão no quadro da ONU. O primeiro-ministro Gordon Brown, que recebeu ontem o seu homólogo israelita, Ehud Olmert, evocou a possibilidade de Bruxelas poder aplicar também sanções a Teerão.

O prolongar da crise, levou ontem em Washington o presidente George Bush a voltar a brandir a ameaça de um míssil nuclear intercontinental iraniano em 2015.

Excluída a hipótese de um ataque militar, uma terceira vaga de sanções da ONU arrisca-se a chocar com a posição da Rússia e da China, para quem Teerão tem o direito ao nuclear com fins civis.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Televisão curda mostra soldados turcos capturados pelo PKK