Última hora

Última hora

Rio Tinto torna-se líder do alumínio

Em leitura:

Rio Tinto torna-se líder do alumínio

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo mineiro anglo-australiano Rio Tinto vai, em breve, ser líder mundial na produção de alumiínio, depois do sucesso da OPA lançada à canadiana Alcan. Graças à oferta, a Rio Tinto conseguiu a compra de quase três quintos do capital do grupo canadiano, o que, somando às opções já detidas, eleva a participação acima dos 85%.

Os responsáveis da Rio Tinto já anunciaram a criação de uma nova empresa para as actividades de alumínio, que vai chamar-se Rio Tinto Alcan.

Este novo grupo sobe para o primeiro lugar da lista dos maiores do sector, com uma produção de 4,4 mil milhões de toneladas por ano, seguido de perto pela russa Rusal, que tinha já deposto a norte-americana Alcoa, até há pouco tempo a maior produtora mundial.

A Rio tinto é obrigada, pela lei canadiana, a fazer uma oferta sobre a fatia do capital que ainda não detém, pelo que pode passar a ser dona de 100% desta filial. A Alcan tem vindo a crescer, nos últimos anos, graças a uma série de aquisições, nomeadamente da British Aluminium, rebaptizada British Alcan, e ainda da suíça Algroup e da francesa Pechiney.

Prevê-se para os próximos anos um crescimento do comércio mundial de alumínio, graças a indústrias, como a aeronáutica, que usam esta matéria-prima.