Última hora

Última hora

A380 inicia voos comerciais

Em leitura:

A380 inicia voos comerciais

Tamanho do texto Aa Aa

Aterrou em Sydney o primeiro voo comercial regular do Airbus A380, operado pela Singapore Airlines. O voo, entre Singapura e a maior cidade australiana, foi ocupado por cerca de 500 pessoas, incluindo uma tripualção de mais de 30. Os passageiros compraram os lugares em leilão, no eBay, e pagaram, na maioria, somas astronómicas. O dinheiro foi entregue a uma instituição de solidariedade.

Para quem participou nesta aventura, valeu a pena. “Estou muito entusiasmado, Há 40 anos que ando de avião. O meu primeiro voo foi num DC-6, com 54 passageiros. Agora, com 500, a diferença é enorme. Desejo o melhor”, diz um dos passageiros.

Se os preços, neste voo inaugural, eram proibitivos. Já num dia normal as tarifas são mais realistas, embora nada baratas. Num voo de ida simples, entre Singapura e Sidney, o lugar custa 460 euros em económica, atinge quase os dois mil em executiva e na primeira classe ultrapassa os 2,8 mil milhões de euros.

No A380, a primeira classe dá direito a uma suite privativa. O espaço interior do avião, de dois andares, permite estes luxos.

Ao conceber um avião que ultrapassa, em dimensões, tudo o que foi até agora construído, a Airbus quis revolucionar o mercado. Mas o avião vem acompanhado por alguma polémica, uma vez que este voo chega com cerca de dois anos de atraso em relação à data inicialmente prevista. A casa-mãe da construtora, a EADS, está a atravessar uma crise, com vários dirigentes postos em causa.

A notícia do voo inaugural serviu para desanuviar o ambiente que rodeia a EADS e a Airbus.