Última hora

Última hora

Turquia rejeita ingerência dos EUA na questão curda

Em leitura:

Turquia rejeita ingerência dos EUA na questão curda

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia continua a ultimar os preparativos para uma operação em larga escala no território iraquiano. Os blindados turcos efectuam manobras junto à fronteira turco-iraquiana enquanto na base de Diyarbakir, no sudeste turco, a força aérea faz exercícios.

Paralelamente aos preparativos para a guerra Ancara joga as últimas cartadas a nível diplomático. Washington e Bruxelas temem que uma incursão en território iraquiano desestabilize uma das poucas zonas do país sob controlo, mas o primeiro minsitro Taiyyp Erdogan rejeita intromissões do exterior: “Claro que as declarações de Condoleeza Rice são especiais e ela pode desejar que a Turquia não organize operações fora das suas fronteiras, mas a decisão pertence-nos”, afirmou.

As chefias militares e civis enfrentam uma pressão interna cada vez maior para efectuarem uma incursão no curdistão iraquiano. O exército já lançou alguns ataques pontuais do outro lado da fronteira depois da morte de 12 soldados e do rapto de outros oito militares pelos rebeldes do PKK.

Em Ancara as autoridades turcas receberam esta quinta-feira uma delegação iraquiana. Bagdade enviou o ministro da Defesa acompanhado por membros da adminsitração autónoma curda para uma ronda de negociações apontada pela diplomacia turca como ‘a última oportunidade’.