Última hora

Última hora

Bush promete apoios para recuperar sul da Califórnia

Em leitura:

Bush promete apoios para recuperar sul da Califórnia

Tamanho do texto Aa Aa

Apostado em evitar os erros cometidos com o furacão Katrina, George W. Bush prometeu apoiar a recuperação do sul da Califónia. O presidente norte-americano deslocou-se esta quinta-feira às zonas destruídas pelos cinco dias de violentos incêndios.

Após a maior evacuação da história do Estado californiano, alguns dos residentes puderam regressar e constatar os estragos.
Discursando em Miramar, Bush deixou uma promessa de ajuda.

“Estes fogos vão parar devido à coragem das pessoas que estão atrás de nós. Mas haverá ainda outras preocupações e necessidades. Não iremos esquecê-los em Washington”, disse o chefe de Estado.

Na quarta-feira foi decretado o “estado de catástrofe natural”, um mecanismo que permite desbloquear fundos para ajudar a população afectada. A Agência Federal de Gestão de Emergências tem mil homens no terreno.

As chamas fizeram oito mortos e dezenas de feridos. Duas mil casas ficaram destruídas. Só na região de San Diego, a mais afectada, os prejuízos ascendem a mil milhões de dólares. Nos cinco dias de incêndios, contabilizou-se perto de um milhão de deslocados.

O estádio Qualcomm, em San Diego, continua a albergar e a prestar apoio a cerca de dez mil pessoas.

Foram mobilizados nove mil bombeiros apoiados por meios aéreos para combater os incêndios que devastaram mais de dois mil quilómetros quadrados do território.

A violência dos fogos, que chegaram à fronteira com o México, reduziu-se com a descida da temperatura e da força dos ventos, mas as autoridades permanecem vigilantes.