Última hora

Última hora

Europeus detidos no Chade alvo de duras críticas

Em leitura:

Europeus detidos no Chade alvo de duras críticas

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades do Chade ameaçam punir seriamente os membros da organização francesa Arca de Noé, alegadamente envolvidos numa operação ilegal para sequestrar 103 crianças. O piloto e a tripulação que deviam levar as crianças para França também se encontram presos. O presidente do Chade Idriss Deby Itno acusa os sete espanhóis de participar em actividades de pedofilia organizada.

Outro piloto belga foi igualmente detido por ter transportado os menores da fronteira Sudanesa até Abeche.

No total há dezassete europeus presos. Em França, a secretária de estado dos Negócios Estrangeiros e Direitos Humanos, Rama Yade, dá razão às autoridades chadianas.

“É uma operação ilegal e irresponsável. Agora resta-nos confiar na justiça e levar o inquérito até ao fim. Mas estamos totalmente de acordo com o presidente Idriss Deby de que a operação nunca devia ter sido realizada”, afirmou a responsável.

Os membros da ONG detidos asseguram que o seu único objectivo era levar para França 103 órfãos do Sudão afectados pela crise do Darfur. E garantem que as autoridades francesas estavam informadas do projecto que não foi claramente proibido.

Mas há muitos pontos por esclarecer: aparentemente várias crianças não são órfãs, outras não são sudanesas mas do Chade.