Última hora

Última hora

Tribunal do Chade acusa 18 pessoas de envolvimento no tráfico de crianças

Em leitura:

Tribunal do Chade acusa 18 pessoas de envolvimento no tráfico de crianças

Tamanho do texto Aa Aa

16 europeus e dois chadianos vâo responder pelos crimes de sequestro de menores. A justiça do Chade acusou formalmente mais duas pessoas de implicação no caso de transporte de crianças do Chade para França. Trata-se de dois funcionários da administração chadiana da cidade de Tiné no Nordeste do país.

Nove franceses, membros da associação Arche de Zoé, e três jornalistas foram acusados esta-segunda feira por um juiz chadiano. Os sete espanhóis que tripulavam o avião que devia transportar as 103 crianças para uma vida melhor são acusados de cumplicidade.

A legalidade da operação que os membros da organização francesa se preparavam para levar a cabo já tinha sido questionada pelos jornalistas da mesma nacionalidade que acompanhavam o grupo. Algumas das crianças são apontadas como sendo provenientes de famílias em fuga da província sudanesa do Darfour para o Chade, e deveriam ter sido entregues a famílias de acolhimento na Europa, a troco de vários milhares de euros cada.

A organização Arche de Zoé tinha inicialmente indicado que as crianças seriam adoptadas, algo que infringe as leis do Chade e do Sudão, onde a adopção não é permitida. Em Agosto passado o ministério dos Negócios Estrangeiros francês tinha emitido um comunicado sobre o grupo no qual não garantia que as crianças em causa fossem orfãs indefesas.