Última hora

Última hora

Polícia paquistanesa detém opositores durante manifestações

Em leitura:

Polícia paquistanesa detém opositores durante manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia do Paquistão deteve hoje centenas de pessoas em Islamabad e Lahore, durante protestos contra o estado de emergência proclamado por Pervez Musharraf.

Em conferência de imprensa, o primeiro ministro do Paquistão, Shaukat Aziz, afirrmou que as eleições legislativas previstas para Janeiro de 2008 podem ser adiadas.

“Estamos empenhados em continuar o nosso sistema de governo parlamentar. Queremos que as eleições se realizem e que o processo democrático prospere no Paquistão. Mas devido ao que aconteceu pode haver alguns diferenças de prazo mas ainda não decidimos”, disse Shaukat Aziz.

Antes de declarar o estado de emergência, Musharaf demitiu o juiz presidente do supremo tribunal, o órgão que dentro de poucos dias deveria pronunciar-se sobre a legalidade das eleições de 6 de outubro que reelegerem o o chefe de estado.

Entre críticas à ingerência do sistema judicial no governo do país, Musharraf invocou o terrorismo e o extremismo para justificar a suspensão das liberdades constitucionais.

Os Estados Unidos que consideram Musharraf como um aliado crucial na luta contra a al-qaida no Paquistão instaram o presidente a repôr rapidamente a ordem constitucional e a realizar eleições.