Última hora

Última hora

Mattel manda recolher novo lote de brinquedos

Em leitura:

Mattel manda recolher novo lote de brinquedos

Tamanho do texto Aa Aa

A Mattel voltou a mandar recolher um grande número de brinquedos. Desta vez, o grupo norte-americano, líder mundial deste sector, deu ordem para retirar do mercado um lote de 155.000 artigos fabricados no México, por problemas de segurança, relacionados com peças pequenas que se podem soltar e causar asfixia.

17.000 destas recolhas foram feitas em países da União Europeia, como foi confirmado por Bruxelas. “O reflexo nas vendas está a ser limitado. A reputação foi de certa maneira ferida, mas a realidade é que as vendas estão a um nível forte. Se tivermos algum recuo em relação aos cabeçalhos mais emotivos, este processo prova como o sistema de recolhas é eficiente”, explica Bryan Ellis, da Federação Europeia da Indústria de Brinquedos.

Sete mil brinquedos foram retirados dos mercados da Grã-Bretanha e da Irlanda, enquanto na Alemanha e na Itália a Mattel mandou retirar lotes de 4900 artigos. Alguns destes brinquedos alegadamente pouco seguros estavam também a ser vendidos na Áustria.

A medida antecede um encontro, nos Estados Unidos, entre os comissários europeus para a Protecção dos Consumidores e para a Indústria, e um grupo de dirigentes deste sector. Nos últimos meses, a Mattel mandou recolher 21 milhões de brinquedos, sobretudo fabricados na China.