Última hora

Última hora

A crise política na Bélgica ganha contornos de crise institucional

Em leitura:

A crise política na Bélgica ganha contornos de crise institucional

Tamanho do texto Aa Aa

Os partidos flamengos votaram hoje a favor da cisão do distrito de Bruxelas-Hal-Vilvoorde, o único bilingue no país, apesar da oposição dos partidos francófonos. A anulação da votação, que decorreu na Comissão parlamentar dos assuntos internos belgas, era vista como a última possibilidade de entendimento entre as formações para integrarem um governo de coligação de centro-direita.

Os partidos francófonos, abandonaram a sala da em sinal de protesto. Há 40 anos que os flamengos reclamam parte do distrito de Bruxelas-Hal-Vilvoorde como território da Flandres, nos últimos meses os vizinhos do sul recusavam-se a discutir o tema.

A cisão impedirá cerca de 120 mil francófonos, que vivem nas cidades flamengas do distrito, de elegerem os seus representantes. A ruptura entre as duas comunidades aprofunda a crise política e o vazio de poder que dura desde as eleições de Junho.

O vencedor do sufrágio, Yves Leterme, que tentou, sem sucesso, obter um acordo de governo entre liberais e cristãos democratas, poderá passar ao rei a resolução da crise. Para alguns analistas o divórcio entre as comunidades poderá ser o início do fim da Bélgica, num momento em que os flamengos exigem uma reforma do Estado para reforçar a autonomia das regiões.